Como escolher tintas para a fachada externa

Compartilhe

Escolher tintas para a fachada externa é sempre um desafio! Afinal, são muitos os fatores a serem considerados, como as cores, a durabilidade, o valor que você tem disponível para gastar, entre outros.

A fachada é o primeiro contato que qualquer pessoa tem ao passar em frente a uma construção. É por isso que ela precisa passar um ar de personalidade! Continue a leitura e saiba mais!

[the_ad_group id=”72″]

Tintas para a fachada externa: 4 dicas para escolher as melhores

Quer garantir as melhores tintas para a fachada externa da sua casa? Então, siga a leitura e confira agora mesmo as nossas dicas!

1. Atente-se para o tipo da tinta

Ao escolher as tintas para a fachada externa, a primeira coisa a que você precisa ficar atento é o tipo da tinta.

Lembre-se que, por ser um ambiente externo, é preciso que a tinta seja resistente às chuvas e à exposição ao calor do Sol, por exemplo.

Existem tintas que são específicas para as áreas externas. Ao comprar as latas, é preciso prestar atenção nesse detalhe.

Se você comprar um produto para ambiente interno, é bem provável que terá problemas com a pintura em pouquíssimo tempo.

2. Escolha bem as cores

A escolha das cores a serem usadas na fachada é a principal dúvida que as pessoas têm ao pintarem as fachadas de suas casas.

Para fazer uma escolha eficiente, recomendamos que sejam considerados três fatores: o estilo, a função e a durabilidade. Na sequência, falaremos brevemente sobre cada um deles.

2.1 Estilo

O estilo da fachada da casa deve expressar o gosto dos moradores. Por isso, essa questão deve ser considerada no momento da escolha das tintas.

Para que o visual seja agradável, sempre procure escolher tons que valorizem as formas da arquitetura da obra.

Nas casas com uma arquitetura mais clássica, por exemplo, os tons terrosos são a melhor escolha.

Já para os projetos arquitetônicos mais modernos, você pode apostar em cores mais ousadas e chamativas, como o vermelho e o azul escuro.

Considere ainda o seu gosto pessoal e estilo de vida. Se você é uma pessoa mais discreta, por exemplo, pode ser que um vermelho gritante não combine com a sua casa.

Agora, se você é mais alegre e quer transmitir isso na fachada da sua residência, o amarelo é uma opção a ser explorada.

São questões como essas que devem ser pensadas no momento da escolha da cor da tinta para a sua casa.

2.2 Função

A função de cada item a ser pintado também deve ser considerada, tendo em vista que isso facilita no momento da escolha.

As janelas, por exemplo, devem se destacar do restante da fachada, para que a sua função seja rapidamente identificada por quem observa a casa.

Tente sempre fazer combinações interessantes e que destaquem a função dos detalhes. Em uma casa vermelha, por exemplo, a fachada pode ser amarela para ter mais vivacidade.

2.3 Durabilidade

Também é importante que você pense na durabilidade da pintura ao escolher a cor. As cores mais intensas, por exemplo, tendem a desbotar com mais facilidade, exigindo retoques mais frequentes.

Ao mesmo passo, as cores mais claras podem acumular mais sujeira e manchas. Por isso, a durabilidade também não costuma ser tão longa.

Em geral, a manutenção da pintura da fachada deve ser feita uma vez a cada três anos. No entanto, algumas cores podem ampliar essa durabilidade e proporcionar um melhor custo-benefício.

3. Considere os aspectos sustentáveis

A crescente onda da sustentabilidade tem feito com que as pessoas se preocupem mais com a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

Assim sendo, ao escolher as tintas, também é uma boa prática ficar atento para os aspectos sustentáveis do produto.

É interessante, por exemplo, buscar entender sobre o processo de fabricação das tintas e analisar se o produto não contém elementos químicos prejudiciais.

Algumas marcas de tintas usam selos sustentáveis na embalagem, se comprometendo a ter uma fabricação mais organizada e que agrida menos o meio ambiente.

4. Faça uma pesquisa de preços

Ao escolher as tintas para a fachada externa, você também deve fazer uma pesquisa de preços. Comprar na primeira loja que for pode trazer prejuízo, tendo em vista que as concorrentes podem apresentar opções mais baratas.

Quando for analisar os preços, no entanto, não considere apenas o valor. Analise também as questões que citamos anteriormente, como a durabilidade e fatores sustentáveis.

Muitas vezes o produto até pode ser mais barato, mas a durabilidade que oferece é curta, por exemplo.

Dessa forma, daqui a um ano ou até menos será preciso retocar a pintura. O barato, nesse caso, sairá caro!

Com essas dicas, escolher as tintas para a fachada externa será muito mais fácil e eficiente. Não deixe de colocá-las em prática ao desenvolver o seu projeto.

Gostou do nosso conteúdo sobre tintas para a fachada externa? Se você quer mais dicas e ideias incríveis para a decoração de seus ambientes, não deixe de nos acompanhar nas redes sociais! Temos perfis no Facebook, no Instagram e no Pinterest. Acompanhe!

[the_ad_group id=”69″]

Índice

Pronto para transformar o seu ambiente agora?

Do tamanho do seu orçamento. Gigante nas soluções.

Você também pode se interessar por

Assine e transforme seu espaço!

Deixe seu e-mail e receba dicas exclusivas de especialistas e as últimas novidades do Arquiteto de Bolso direto na sua caixa de entrada.