Decoração para cadeirantes: acessibilidade com muito estilo

Compartilhe

Já imaginou criar uma decoração para cadeirantes lindíssima? Como sabemos, essas pessoas costumam passar por muitas dificuldades em residências e apês comuns, uma vez que possuem necessidades especiais e, muitas vezes, esses imóveis não estão preparados para supri-las.

É neste momento, que a arquitetura e o design de interiores pode atuar como verdadeiras ferramentas, facilitando as suas atividades diárias e, até mesmo, permitindo que os cômodos fiquem mais bonitos e estilosos. E felizmente, existem vários recursos que podem ser adaptados para tornar o dia a dia desses moradores mais leve e acessível.

São truques simples, que vão desde os móveis, até o revestimento e itens decorativos — mas que, juntos, conseguem criar um resultado incrível e muito gratificante. Neste post, falamos justamente sobre o assunto. Para saber mais, continue com a leitura e anote as nossas sugestões!

[the_ad_group id=”72″]

 

A importância da decoração para cadeirantes no apê

Por ter algumas limitações motoras, o cadeirante tende a apresentar dificuldade em alcançar certos objetos ou em circular pelos cômodos do seu próprio lar, passando a depender de outras pessoas para conseguir realizar parte de suas tarefas diárias.

Diante disso, a decoração com foco na acessibilidade é um assunto extremamente importante e que está cada vez mais em pauta no universo do décor.

Praticado por profissionais de arquitetura, o método tem como finalidade tornar todo e qualquer espaço inclusivo, seguro e preparado para o uso de indivíduos com deficiências ou mobilidade reduzida. E assim, possibilita que eles participem de atividades diversas, com o total autonomia e sem qualquer tipo de barreira.

Ao aplicar esse conceito em um ambiente, será possível não somente deixá-lo apto ao uso de cadeirantes, como também, evitar acidentes e permitir que os moradores se sintam mais confortáveis, evitando o esforço físico desnecessário.

decoração para caderantes

 

Foto: cadeiranterj.blogspot.com.br

Como criar uma decoração para cadeirante em 5 passos

Sabendo da relevância da decoração para cadeirantes, chega o momento de aprender como aplicar essa ideia em espaços diversos — como é o caso de dormitórios, salas de estar, cozinhas, lavabos e demais locais que são frequentemente utilizados. Abaixo, listamos os cinco passos para que esse tipo de ambientação fique impecável. Anote!

Passo 1. Recorra aos móveis planejados

Em uma decoração para cadeirantes, o segredo é apostar em móveis planejados, que são ótimos para aproveitar melhor o espaço e, consequentemente, garantem mais mobilidade em todos os cômodos.

Quanto mais espaço livre houver para a circulação, melhor. Aqui, é interessante considerar as necessidades de cada morador, assim como a sua rotina e preferências de estilo.

Também é indicado preferir os itens com design de extremidades mais arredondadas. Esse detalhe é essencial para evitar colisões ou acidentes no decorrer dos dias. Mesas laterais, estantes, balcões, racks e demais elementos devem seguir essa proposta.

decoração para cadeirantes

 

Foto: bunkerworkshop.com

Passo 2. Adote os melhores revestimentos

Pensando em criar uma decoração para cadeirantes segura, você precisará utilizar os pisos corretos, sendo os com ação antiderrapante as melhores saídas, sempre evitando os materiais polidos.

A parte boa, é que o mercado de construção conta com inúmeras opções disponíveis, cada qual, ideal para tipos de ambientes distintos. Existem, por exemplo, as versões em cerâmica, os porcelanatos, as pastilhas, o ladrilho hidráulico, o piso emborrachado e, até mesmo, as pedras naturais, que podem ser instaladas em áreas externas.

Dica do Arquiteto: lembre-se de manter esses revestimentos bem regulares, sem nenhum desnivelamento que possa comprometer a circulação.

decoração para cadeirantes

 

Foto: thetomkatstudio.com

Passo 3. Deixe tudo perto das mãos

Como falamos no início do post, os cadeirantes costumam ter dificuldade em alcançar os objetos. Mas, é claro que a decoração pode agir como um facilitador nesse processo, tornando o dia a dia desses moradores bem mais simples e tranquilo.

Aqui, indicamos que, durante o planejamento, as estruturas sejam posicionadas em uma altura máxima de 1,35 metros. Tal ideia deve ser aplicada em mobílias ou demais estruturas que são constantemente aproveitadas no decorrer da rotina.

Depois, a mesma atenção deve ser voltada à cama que, por sua vez, deve apresentar a mesma altura da cadeira de rodas — facilitando assim, a transferência de um assento para o outro.

A escrivaninha, se houver, ainda necessitará de certas adaptações, para que haja um encaixe perfeito sempre que o indivíduo for utilizar o local.

decoração para cadeirantes

 

Foto: bonnyundkleid.com

Passo 4. Jamais ignore a iluminação

Em uma decoração para cadeirantes, a iluminação nunca pode ser deixada de lado. O motivo? É por meio desse recurso que o ambiente ficará visualmente mais acessível, permitindo que o morador consiga identificar os objetos com facilidade e, até mesmo, enxergar onde estão as tomadas, os equipamentos eletrônicos e demais utensílios que são úteis em suas atividades.

Para começar, mantenha as tomadas em uma altura de, aproximadamente, 1,00 metro e posicionadas perto das entradas dos cômodos, das camas ou de locais onde o seu uso seja constante.

Concluída essa fase, você já pode partir para a outra etapa — que é a de investir em luminárias, lustres e demais elementos capazes de embelezar o espaço. Procure utilizar peças que fiquem pendentes, ajudem a criar uma iluminação direta e, se possível, aposte sempre em lâmpadas potentes.

Com tais cuidados, os cômodos ficarão claros, livres de constrangimentos e perfeitos para que esses moradores tenham mais liberdade em cada tarefa realizada.

decoração para cadeirantes

 

Foto: planete-deco.fr

Passo 5. Fuja dos excessos

Existem vários estilos de decoração disponíveis por aí — e o morador cadeirante tem a liberdade de escolher aquele que melhor se encaixa em seu perfil. De qualquer modo, a sugestão é sempre evitar os exageros.

Sabe aquela máxima do “menos é mais”? Nesse contexto, ela faz todo sentido. Mobílias com muitos enfeites, estantes recheadas de objetos, armários abarrotados e, até mesmo, sofás com muitas almofadas podem se tornar verdadeiros vilões na hora de faxinar ou cuidar da manutenção do lar.

Já um apê sem exagero, que se encaixa nos padrões minimalistas, ou então, em uma proposta clean e contemporânea, consegue tornar o imóvel mais preparado para o bem-estar, facilitando a circulação de pessoas e garantindo um ótimo sentimento de aconchego.

decoração para cadeirantes

 

Foto: ye-swoon.com

E aí, curtiu essas dicas sobre como criar uma decoração para cadeirantes? Ainda ficou com alguma dúvida? Então, considere contratar profissionais especializados no tema, como o Arquiteto de Bolso.

Entrando em contato conosco, será possível ter a sua ambientação rapidamente, tornando qualquer espaço otimizado e do jeitinho que você sempre sonhou. Aproveite! Vamos adorar te ajudar nessa tarefa!

 

[adsforwp-group id=”69″]

Índice

Pronto para transformar o seu ambiente agora?

Do tamanho do seu orçamento. Gigante nas soluções.

Você também pode se interessar por

Assine e transforme seu espaço!

Deixe seu e-mail e receba dicas exclusivas de especialistas e as últimas novidades do Arquiteto de Bolso direto na sua caixa de entrada.