Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Compartilhe

Há alguns anos, era muito comum encontrar espaços ambientados com base na decoração escandinava. Um tempo depois, foi a vez do minimalismo marcar presença nesses locais. Agora, parece que boa parte dos apaixonados por décor enjoaram desses dois conceitos e, a partir disso, estão apostando sem medo no tal do Japandi. Já ouviu falar?

Para muitos, a novidade consiste em uma misturinha dos dois estilos. E não apenas isso: a novidade traz um toque oriental, que garante ainda mais charme e personalidade para qualquer espaço. Inclusive, essa é uma ótima saída para decorar apês e residências, especialmente se você está com planos de modificar a composição e deixá-la mais acolhedora.

Assim, chegou a hora de “colocar a mão na massa” e fazer com que seu lar fique ainda melhor. Neste post, explicamos tudo a respeito do Japandi, suas características e algumas dicas exclusivas para aplicar essa tendência. Só vem!

[the_ad_group id=”72″]

Estilo Japandi: o que você precisa saber antes de aderir

Para abraçar o Japandi, é necessário conhecê-lo a fundo. Então, vamos lá: basicamente, esse novo conceito é uma associação de dois estilos muito conhecidos no universo do décor: o minimalista e o escandinavo.

A composição nórdica é pautada pela simplicidade, além de uma pitada de acolhimento. Os japoneses apreciam o minimalismo, que teve a sua origem na estética Wabi-sadi e preza ao máximo pela atmosfera zen.

Agora, imagine unificar as duas ideias? Foi a partir desse experimento que nasceu o Japandi. Nesse conceito, a proposta é fugir dos excessos, seja nos itens decorativos, número de móveis ou revestimentos. Ela ainda busca a funcionalidade nos cômodos e tem como foco o conforto, criando ambientes aconchegantes e prontos para promover o bem-estar.

Também conhecida como “scandinesa” ou “japanordic”, a proposta surgiu por volta de 2018 e, nos últimos tempos, está marcando uma superpresença nos espaços residenciais.

Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Foto: georgeandwilly.com

Outras características

Diante disso, o Japandi carrega uma série de características fortíssimas. Além dos detalhes mencionados, a ideia busca evidenciar a simplicidade — algo muito presente no minimalismo. Em contraponto, também há uma série de detalhes divertidos (hygge) que são responsáveis por criar uma atmosfera envolvente, confortável e até com um toque rústico. Demais, né?

Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Foto: greenandmustard.co.uk

Os 4 passos para incluir o Japandi no seu apê

Assim que fazemos o primeiro contato com o estilo Japandi, fica difícil não se apaixonar e querer levá-lo para os nossos ambientes. Para isso, você precisará seguir alguns passos simples, mas práticos, e que transformarão o seu espaço rapidinho. Bora lá?

1. Invista em elementos naturais

Um dos pontos que se destacam na decoração Japandi, diz respeito ao uso de elementos naturais. Entre eles, destacamos o vime, o rattan, o bambu, assim como a cerâmica e o couro.

Mas, dentre todos eles, existe outro que possui grande destaque: a madeira. Protagonista dessa proposta, ela pode surgir em tonalidades clarinhas ou mais escurecidas. Nesse último caso, as melhores apostas são as peças fabricadas a partir da nogueira ou do carvalho.

Ainda nessa etapa, é válido prestar atenção aos tecidos. Almofadas, mantas e até o revestimento do sofá precisam surgir em versões de fibras naturais. Pode ser algodão, linho ou, em último caso, o couro. Para os adornos menores, o tricô e a lã são excelentes, fazendo com que haja uma sensação de leveza e aconchego no local.

Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Foto: stylebyemilyhenderson.com

2. Escolha a paleta de cores a dedo

Cores possuem papel essencial em um décor Japandi. E por essa razão, elas devem ser escolhidas muito bem. Em geral, o conceito traz uma paleta sóbria que se harmoniza com tons clarinhos.

Desse modo, vale a pena investir em um jogo de tons neutros e versáteis, como:

  • o branco;

  • o bege;

  • o cinza;

  • o off-white;

  • o rosa antigo.

Em contraponto, surgem também cores marcantes, comuns ao estilo japonês, e que são ótimas para levar mais originalidade para uma composição. São elas:

  • o verde-musgo;

  • o azul royal;

  • o preto;

  • os tons terrosos;

  • o vermelho.

Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Foto: johnlewis.com

3. O trabalho artesanal não pode faltar

Outra forma de levar o Japandi para a sua casa, é apostar no trabalho artesanal. Além de valorizar a produção local, essa prática fará com que o ambiente fique mais autêntico e, em alguns casos, transbordando a sensação de aconchego e bem-estar.

No caso do minimalismo japonês, uma solução é investir em peças fabricadas em bambu ou cerâmica. Luminárias de papel também são ótimas saídas, ainda mais, para quem está em busca de um efeito diferenciado no ambiente.

No lado escandivano, porém, o segredo é começar a garimpar os antiquários em busca de móveis antigos. Aqui, vale recorrer às peças com visual rústico, objetos de palha trançada ou tecidos compostos por tramas variadas.

Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Foto: createperfect.co.uk

4. Menos é sempre mais

Um detalhe que não pode ser ignorado durante o seu projeto de ambientação, é que o conceito Japandi reforça a proposta de usar somente o que, de fato, precisamos em um cômodo. Ou seja, estamos falando do bom e velho “menos é mais”.

A parte legal disso tudo? Não é nem um pouco difícil aplicar essa ideia em nosso lar. O truque é optar por móveis formados por linhas retas e formatos mais simples. Também indicamos que você faça uma boa faxina nos ambientes e vá eliminando tudo aquilo que considerar supérfluo, além dos elementos que colaboram para a poluição visual.

O foco é manter a funcionalidade em alta e priorizar uma atmosfera leve no local. Em contrapartida, e para que o resultado não fique simples ou “sem graça” demais, é interessante investir em alguns objetos que se destacam.

Normalmente, isso acontece quando escolhemos uma luminária de design diferenciado, um vaso de chão marcante ou, até mesmo, uma obra de arte na parede. Deixe a imaginação fluir!

Japandi é o novo minimalismo: conheça tudo sobre a tendência

Foto: esmadeco.com

Diz aí, leitor: agora que você já conhece o estilo Japandi, está pronto para levar essa tendência fortíssima para o seu apê? Temos certeza de que o resultado será incrível.

Porém, se você desejar mesmo um efeito impecável, lembre-se de sempre considerar a ajuda de um arquiteto nesse tipo de ambientação. Com um profissional por perto, as suas expectativas serão alcançadas e a satisfação será garantida. E o Arquiteto de Bolso pode lhe ajudar nessa proposta. Confira!

Se gostou da leitura, aproveite para compartilhar o link nas redes sociais e deixar um comentário abaixo. Vamos adorar conhecer a sua opinião!

[adsforwp-group id=”69″]

Índice

Pronto para transformar o seu ambiente agora?

Do tamanho do seu orçamento. Gigante nas soluções.

Você também pode se interessar por

Assine e transforme seu espaço!

Deixe seu e-mail e receba dicas exclusivas de especialistas e as últimas novidades do Arquiteto de Bolso direto na sua caixa de entrada.