Saiba qual o melhor tipo de piso para cada ambiente

Compartilhe

O tipo de piso para cada ambiente deve ser escolhido com especial atenção: esse revestimento dá charme, personalidade e torna uma casa muito mais bonita. Além disso, influencia diretamente no conforto dos moradores.

Pisos não são todos iguais: os frios conduzem bem o calor e, geralmente, são usados nas áreas úmidas da casa como cozinha, banheiro e lavanderia. Já os quentes mantêm sempre a mesma temperatura e são mais utilizados na área intima, dando uma sensação de bem-estar mesmo nos dias mais frios do ano.

A seguir explicaremos melhor esse assunto e daremos algumas dicas de pisos para os diferentes espaços da casa. Confira!

Foto: blog.arquitetodebolso.com.br

[the_ad_group id=”72″]

Como escolher o tipo de piso para cada ambiente?

O tipo de piso para cada ambiente tem valor estético e funcional. O revestimento facilita a circulação e garante uma fácil limpeza. Também torna o ambiente mais bonito e confortável.

Além disso, ao escolher o tipo de piso para cada ambiente é preciso considerar o orçamento e a durabilidade do produto.

Os moradores também devem ficar atentos ao clima da cidade onde moram: em locais mais quentes, o ideal é optar por pisos frios, enquanto reformas em cidades com temperatura mais amena podem utilizar acabamentos como a madeira e o piso de PVC.

Qual o tamanho certo de piso para cada ambiente?

O tipo de piso para cada ambiente também influencia na percepção de espaço: usar pisos com medidas maiores em um cômodo pequeno, fará com que ele parece maior.

Você sabia que a cor também tem papel importante quando o assunto é a escolha do revestimento? Pisos claros refletem a luz, dando a impressão que o cômodo é mais amplo. Revestimentos sem desenhos ou estampas dão ideia de continuidade, fazendo que o espaço pareça mais iluminado.

Nos ambientes maiores, o ideal é usar pisos de peças pequenas ou médias — as grandes podem causar um certo desconforto visual.

Como escolher o rodapé?

O rodapé faz parte do acabamento e deve ser escolhido com especial atenção. É comum optar pelo mesmo material do piso, o que dá uma sensação de continuidade. Outra alternativa é investir no contraste, utilizando piso de pedra e rodapé de madeira, por exemplo.

Qual piso escolher para cada espaço?

O piso usado em cada espaço deve estar de acordo com a funcionalidade e as necessidades de uso de cada cômodo da casa. A transição entre os diferentes ambientes, no entanto, tem que ser harmônica, priorizando a beleza e a personalidade do projeto.

Outra dica: use tons que integrem os espaços como o branco, o cinza e os pastéis que criam a ilusão de amplitude. Claro, pisos escuros, como a madeira e o porcelanato, também são boas opções e garantem um toque de sofisticação.

tipo de piso para cada ambiente

Foto: 1stdibs.com

Como escolher o tipo de piso para cada ambiente?

Ao escolher o revestimento da casa, também é importante observar as vantagens e desvantagens de cada modelo:

Bambu

O bambu é material “amigo do meio ambiente” já que é uma espécie vegetal de rápido crescimento. É um dos melhores revestimentos para construção de casas e apartamentos por ser durável e resistente tanto a tração quanto a compressão — em testes de resistência se mostrou mais forte que ligas de aço ou que as de concreto.

Também é relativamente resistente ao impacto devido ao formato da sua estrutura celular. Normalmente, é encontrado na forma de ladrilhos ou pranchas, semelhante ao piso de PVC. Como tal, geralmente vem pré-acabado, embora alguns fabricantes forneçam tábuas brutas que precisam ser seladas antes da instalação.

tipo de piso para cada ambiente

Foto: blog.arquitetodebolso.com.br

Cerâmica

Ao escolher o tipo de piso para cada ambiente, o cerâmico desponta como uma das melhores opções: é econômico e pode ser encontrado em diferentes cores e formatos.

De fato, é possível encontrar revestimentos cerâmicos tipo mosaico, com cerca de 12 cm, até peças de grandes dimensões.

Alguns pisos cerâmicos imitam a madeira maciça e tornam o espaço mais acolhedor e refinado. É mais caro que o piso de PVC, mas sua aparência é muito mais realista.

É bonito e de fácil manutenção — problemas com manchas e lascas podem ser atenuados com a manutenção adequada e aplicação de um rejunte à base de epóxi. Além disso, caso um piso trinque ou manche é fácil substituí-lo.

Se não gosta de pisos frios, esse problema pode ser facilmente resolvido: basta instalar a cobertura sobre um sistema de aquecimento, que vem com controle de temperatura.

Foto: br.pinterest.com

Cimento queimado

O cimento queimado lembra garagens e calçadas? Pois, saiba que esse material é amplamente usado em projetos de casas de inspiração contemporânea ou industrial.

De fato, esse piso pode ser a estrela de diferentes ambientes devido a sua alta qualidade, facilidade de uso, resistência e  beleza duradoura.

Madeira

A madeira combina elegância e conforto em um equilíbrio perfeito do melhor de dois mundos. É quente e de fácil manutenção, especialmente quando se considera que os custos de manutenção são mínimos quando comparado a cerâmica.

Misturar diferentes espécies de madeira pode garantir resultados surpreendentes, mas é importante tomar cuidado — a estrutura celular das espécies devem ter taxas de expansão e contração semelhantes.

Porcelanato

Para instalar o porcelanato é preciso retirar todo o revestimento anterior, o que dá um certo trabalho e gera bastante entulho.

É um revestimento bonito e sofisticado, que exibe grande uniformidade de coloração. Pode ser encontrado com duas classificações: técnico ou esmaltado. Bastante resistente à abrasão física e química, no entanto, pode lascar ou até mesmo rachar com o uso.  O material é durável, resistente a desgastes e a arranhões causados por móveis, crianças e animais de estimação.

Vinílico

Gosta da aparência da madeira, mas não quer gastar demais na sua reforma? Nesse caso, que tal optar pelo piso vinílico? Bonito, resistente e durável, esse revestimento tem textura muito semelhante à madeira ou ao mármore. Esse é também um material mais resistente a desgaste e arranhões, ideal para quem tem animais e crianças em casa.

Pode ser instalado sobre o piso existente, o que reduz muito os custos da reforma e elimina entulhos.

Agora que você já sabe como escolher o tipo de piso para cada ambiente, que tal descobrir como transformar a sua kitnet em loft.

[adsforwp-group id=”69″]

Índice

Pronto para transformar o seu ambiente agora?

Do tamanho do seu orçamento. Gigante nas soluções.

Você também pode se interessar por

Assine e transforme seu espaço!

Deixe seu e-mail e receba dicas exclusivas de especialistas e as últimas novidades do Arquiteto de Bolso direto na sua caixa de entrada.